Get your exclusive copy
MADE JUST FOR YOU

PRE-ORDER

CHAT WITH US!
Text Lifestyle Mag on:

What's App

O melhor de Nova York

Queridos leitores e leitoras, são muitos anos que venho tentando essa lista para vocês, publico até randomicamente no meu Instagram, mas chegou a hora de ter um espaço reservado para vocês aqui na revista e no nosso site com os meus clássicos. Sim, essa é a lista dos meus restaurantes favoritos em Nova York, que sei que muita gente me pergunta antes de vir para cá.

Antes de começar, é importante lembrar que sempre vamos publicar os novos restaurantes em novos guides. Mas, essa lista que você está lendo é a clássica e os must-go.

01.

Lure

O Lure foi um dos primeiros restaurantes pelo qual eu me encantei nas minhas primeiras viagens a Nova York. Era um dia chuvoso e eu não encontrava o restaurante por nada, já que ele fica escondidinho no sótão da Prada masculina no Soho. Já havia lido em alguns blogs sobre ele e dizia que era um dos melhores brunchs da cidade, pois bem, ele não é só o melhor brunch como também é o melhor almoço, jantar e melhor lugar para drinks.

O Lure é um restaurante que amo porque tem de tudo um pouco, o lugar é interessante, a localização é muito boa e a comida é simplesmente maravilhosa, principalmente o Maine Lobster Mac & Cheese e o Lychee Martini, meus favoritos de comida e bebida no restaurante.

E apesar de ser localizado no sótão, a proposta do restaurante é muito curiosa e atrai muita gente. Imagine um barco em que você precisa descer as escadas para acessar a parte interna, o Lure foi planejado para que você tenha essa sensação. Lembrando que mesmo sendo muito badalado e as reservas sendo sempre necessárias, é um lugar que você precisa ir quando estiver por aqui.

02.

Indochine

O Indochine foi criado por dois sócios, Michael Callahan e Jean-Marc Houmard, que apesar de super centrado é um grande conhecedor da noite novaiorquina, conhece tudo e todos e é também dono do Aqmi e do The Nines.

O Indochine sempre tem as pessoas mais importantes jantando por lá e pode apostar que quando for, é muito provável que se depare com algum famoso, já que o lugar é considerado  um hub para essas celebridades e, principalmente para aquelas que são do mundo da moda e da arte, e conhecido também como um dos pontos de encontro oficiais de Andy Warhol e Jean Michel-Basquiat.

O cardápio de comidas asiáticas é cheio de opções deliciosas e o meu prato favorito é o Steamed Chilean Sea Bass e já na parte de drinks, o Indochine é outro lugar perfeito para provar um Lychee Martini.

A decoração do lugar é incrível, os icônicos papéis de paredes estampados com plantas já marcaram presença em vários filmes e séries e um dos lugares mais fotografados do Indochine é a famosa cabine telefônica antiga que fica no banheiro. Além disso, as hostess são super interessantes, lindas e se vestem de forma única.

03.

Balthazar

O Balthazar, fundado por Keith McNally’s, é considerado por mim, minha igreja de domingo, porque todo domingo à tarde era no balcão do Balthazar pedindo um hambúrguer e um drink que você iria me encontrar.

O lugar é super frequentado, então para conseguir mesas é preciso chegar cedo ou se preferir conhecer mais a cultura dos bares de NY, o balcão do Balthazar é um ótimo lugar para sentar.

O restaurante já ganhou prêmio de consistência, ou seja, são sempre os mesmos fornecedores, mesmos ingredientes e isso garante que você não vai ter experiências diferentes ao comer lá, é um lugar em que a qualidade da comida e do ambiente vão ser garantidas.

04.

Sant Ambroeus

O Sant Ambroeus é um restaurante conhecido por trabalhar a Itália de um jeito muito interessante e diferente do que estamos acostumados e isso o torna completamente especial. Frequentado por pessoas influentes do mundo da moda como Anna Wintour e diversas modelos no período de NYFW

Para mim, a pasta bolonhesa é o prato que mais se destaca no cardápio de massas e vinhos, que também é incrível e vale o pedido. Assim como o Balthazar, o Sant Ambroeus também é conhecido pela sua consistência e é amado pelos New Yorkers.

Para deixar a experiência ainda mais completa, no último verão foi inaugurado o Sant Ambroeus gelateria, ao lado do restaurante do Soho, então quando o clima estiver mais quente, jantar no Sant Ambroeus e finalizar a noite com um gelato e uma boa caminhada pelas ruas de Nova York é um ótimo passeio.

05.

Café Cluny

Perfeito para os brunchs de sábado, o Café Cluny tem uma variedade de pratos incríveis para quem gosta de comida de café da manhã o dia inteiro. Tanto os omeletes quanto os hambúrgueres – principalmente os de atum – são espetaculares e com certeza são experiências que devem ser vividas.

Para quem gosta de um lugar intimista e clássico perto do West Village, o Café Cluny é o lugar perfeito para passear por lá. Por ser um café pequeno, é provável que também esteja cheio durante sua visita, mas cada segundo vale a pena para provar os pratos oferecidos por eles.

06.

Cipriani

Localizado no coração do Soho, na West Broadway, o Cipriani Downtown oferece os drinks clássicos do Harry’s Bar da Itália e todos os pratos clássicos oferecidos pelo restaurante podem não só serem consumidos no local, como também estão disponíveis para retirada e delivery.

Os favoritos do menu são o Talharim de pasta de presunto, o clássico espumante Bellini e claro, o sorvete feito na hora que é maravilhoso. Apesar do preço ser um pouco mais alto, não deixa de valer a pena comemorar ocasiões especiais.

07.

Fasano

Apesar de ser conhecidíssimo no Brasil, o Fasano acaba de abrir as portas em New York’s Midtown. E antes de continuar falando um pouco mais sobre ele, vale a pena lembrar que o Fasano Hotel e o Fasano Restaurante são lugares completamente diferentes.

O Fasano restaurante é um dos lugares mais especiais da cidade no momento, tanto que Woody Allen estava por lá há alguns dias atrás e não só, cada hora por lá, é uma pessoa importante que você encontra.

A comida é impecável, fui convidada a ir na semana de lançamento do restaurante e tudo estava espectacular como podemos sempre esperar do grupo Fasano.

08.

Jean-Georges

Outro lugar mega especial que é um queridinho nova iorquino é o Jean Georges at The Mark. Assim como vários outros, esse restaurante também exige reserva para ser frequentado devido ao número de clientes que atende todos os dias.

Quando me mudei para Nova York e morava no The Coraline e no The Siri, como ficava trabalhando com o time do Brasil até tarde, esse era o único restaurante que ficava aberto até as 3 da manhã e eu sempre ia jantar e almoçar lá, almoço esse que era quase sempre acompanhado pelo Bruce Willis, risos.

09.

Mamo

O Mamo, do meu amigo Mike Mamo, é o escolhido para encerrar a lista em bom estilo. O restaurante que existe há quase 8 anos, é o melhor lugar para comer pizza com trufa em Nova York.

Além disso, o restaurante possui outros clássicos da culinária francesa e italiana como a alcachofra alla Juliet, que é um prato italiano muito famoso pelos judeus que residiam na Itália. As sobremesas também são maravilhosas, o bolo de baunilha é um must eat para encerrar a noite.

Bom, essa é nossa lista de restaurantes clássicos em Nova York e, em breve, voltaremos com outros guias de café e restaurantes para comer sozinho na cidade.